Blog So Cute

Quem é a modelo que brilhou no lançamento de California?


Nérida Cocamáro, de origem guineense, seu nome quer dizer “Nós estamos
bem!”. E sim, nós estamos! Bem e apaixonadas pela beleza da modelo! A
paulista de 25 anos emprestou toda a graça dos seus 1,70m de muita melanina
para abrilhantar as fotos da última coleção So Cute. Nérida combinou tão bem
com o clima do editorial que a arrancou suspiros de quem nos acompanha nas
redes sociais. A modelo que já trabalhou para marcas como Quem Disse,
Berenice? e Skol, contou um pouco sobre sua vida pessoal e a maneira como
enxerga a moda hoje.

Como você descobriu a profissão?

Desde pequena as pessoas falavam para minha mãe que eu tinha perfil de
modelo. Eu nunca botei muita fé, mas cheguei a fazer um book quando tinha
uns 14 anos. Aquele clássico, sabe, que nunca dá em nada?! E não deu
mesmo! Rs. Mas aí, aos 20 anos eu comecei a me ver diferente nas fotos e,
então, fui pesquisar sobre a profissão. Fiz um curso e tô aqui!


Você chegou a trabalhar para alguma agência?

Eu fui agenciada pela H.D.A Models por dois anos, foi lá que fiz o curso
também. Foi um período muito bom, aprendi bastante e principalmente conheci
pessoas. Hoje eu consigo negociar meus próprios trabalhos. Inclusive, tô
disponível, viu, gente? Rs... 

Você fazia algo antes?

Eu era recepcionista em uma escola de educação infantil. E também sou
formada em publicidade, mas não cheguei a trabalhar na área.


Você é paulista, né? Mas e seus pais, são de onde?


Sim, eu nasci aqui. Mas meus pais são de Guinée-Bissau. A escolha do meu nome foi uma espécie de recado para os familiares que moram lá e estavam há muito
tempo sem ver os o meu pai e a minha mãe. Nérida significa “Nós estamos
bem”.


Tem alguma marca para qual que você sonha trabalhar?

Ah, meu sonho é ter meu corpinho estampado na capa da Vogue! Só isso...
 

Qual o lado glamuroso e o lado nada glamuroso da profissão?

O lado glamour é quando você vê o material pronto, o carão lindo. Ver que seu
trabalho deu certo é maravilhoso! Mas o lado nada glamuroso, ao menos para
mim, está na correria. Ter de sair de um lugar e ir pra outro de transporte
público é duro, é batalha! Você também escuta muitos absurdos de
profissionais que acham que você é só mais um cabide, sabe?! O que alivia é o
fato de não morar em casa de modelos, eu moro com a minha família e isso é
ótimo.


Quais são seus cuidados de beleza?

Olha, eu não me cuidava muito, não. Tenho dado mais atenção para minha
pele agora. Estou sempre lavando com sabonete neutro e passando hidrante,
além do protetor solar, claro. Quanto ao corpo, sou péssima: não malho e sou
beeem desregrada para alimentação. Juro que estou tentando mudar!


O que você mais gosta de vestir?

Eu faço a basicona: camiseta, jeans e tênis é o meu trio favorito. Ah, amo cintura alta!

O que mais gostou na coleção California?

Eu morri de amor pelos bodies de flamingo! <3


O que você ouve?

Eu sou bem velinha pra música...rs. Gosto dos clássicos, ouço muito Ray
Charles e Aretha Franklin. Entre os artistas atuais gosto de The Weeknd, amo
a Janelle Monáe e ouço muito Beyoncé também.


Você acredita que o mercado tem se aberto mais para modelos negros?

Com certeza! Há uns 10 anos havia pouquíssimas modelos negras, tipo a
Naomi Camobell, que era top e estava muito longe da realidade das mulheres.
Acho que o mercado tá melhorando, tá explorando mais os profissionais negros
em editoriais de revistas, na passarela, nas propagandas. Quando eu estou no
shopping e vejo uma negra de ponta a ponta em uma vitrine eu me encho de
felicidade e autoestima, sou eu que estou lá também.

Como você enxerga o papel da moda?

Hoje a moda tem o papel de influenciar as pessoas para o bem. Diferente de
antes, quando você só via modelos muito magras e com características
inalcançáveis. Hoje, a moda já promove pessoas normais, como eu e você. O
movimento de conscientização de consumo também é muito bacana, a
valorização das roupas de brechó, o incentivo à produção das próprias peças.
Muitas marcas já não trabalham com uma fabricação em massa.Tá longe do
ideal, mas a evolução tá chegando.

 

 

Quero compartilhar
Anterior Próximo